Sábado, 10 de Novembro de 2007

FORNO COZE 25 ANOS DEPOIS (CAPITULO I)



Como o prometido é devido, cá estamos para recordar o dia em que o forno comunitário voltou de novo a acender, e cozeu mais vez um pão delicioso como tantas outras vezes o fez num passado não muito distante.


Gostaria de lembrar a todos que o numero de fotos recebido foi tal que seria impróprio mostrar as fotos todas de uma vez, já que seria impossível fazer um post em pagina única devido a sua dimensão, dai a decisão de dividir as fotos entre vários posts ou capítulos que vão ter o seu lugar todos os fins de semana (Sábado ou Domingo).


Como já foi relatado anteriormente tivemos a felicidade de ter as câmaras da RTP e um jornal local neste caso "A Voz de Chaves" a recolher imagens e também a realizarem varias entrevistas aos muitos intervenientes que voluntariamente colaboraram para que esta iniciativa se realizasse. A todos vocês o nosso muito obrigado sem excepções pelo excelente trabalho efectuado a pedido do blogue "Aldeia de Castelões ". A iniciativa foi deveras um sucesso e sei que já à mais algumas em carteira para se realizarem num futuro a curto prazo.


Começamos com uma foto tirada na Eira do Forno, foi aqui que a "Lenha" para cozer a fornada esteve armazenada e aos poucos era transportada para debaixo do alpendre bem junto à porta do forno. Gostaria de destacar aqui duas pessoas que tiveram um papel preponderante ao ajudarem mais uma vez ao transporte da mesma para o local, são eles os irmãos Gonçalves que mais uma vez trabalharam por  trás dos bastidores como habitualmente o fazem com muito empenho e dedicação. Para vocês (Abílio e Manuel) os meus sinceros agradecimentos pela participação no evento.

Em frente da lenha podemos ver um "molho" de palha que serviu mais tarde para fazer de "Tendal" dentro do forno.





Chegou finalmente a hora em que o forno foi aceso, e foi possível mais uma vez ver o fumo a sair pela chaminé assim com o porta principal. Ao fim de 25 anos de inactividade o forno comunitário voltou a servir a povoação como o fez durante a maior parte de mais de 100 anos. A esta hora eram já bastantes os participantes como a foto relata.





Mais uma foto de um angulo diferente tirada da Rua da Igreja da qual é possível ver o "Mestre Forneiro" em acção carregando lenha para dentro do forno para que este atinja a temperatura ideal para cozer o pão.



Nesta foto é possível ver o fumo a sair do lado direito por baixo do alpendre assim como é possível ver também os "lareiros" que vão servir de "Matao" para varrer o forno encostados à parede do lado esquerdo da porta principal.




Enquanto o forno ia aquecendo a Tina preparava bem a maneira antiga na "Masseira" a massa para se fazerem os pães e as "larentas" que são pães de menores dimensões e no interior tem como recheio fatias de presunto da região. Fica também desde já o meu agradecimento à Tina e Maria Catarina pela preciosa ajuda já que foram elas as responsáveis não só para amassar a massa como muitas outras coisas mais como vamos ter a oportunidade de testemunhar.


Esta semana vamos ficar por aqui, no próximo fim de semana prometo mostrar mais um capitulo desta bela historia de Castelões, entretanto despeço-me desejando a todos um bom fim de semana e como sempre para a semana cá estaremos com mais fotos e historias para contar.

Publicado Por Aldeia de Castelões às 00:30

Link Do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
2 comentários:
De Afonso Cunha a 12 de Novembro de 2007 às 19:54
Tendo eu andado ocupado com outras poixões, no caso, os automóveis clássicos, que este fim-de-semana me levaram até outros encantos provincianos, com S. Martinho à mistura, só hoje estou de volta ao teclado e ao abrir o Blog e ver este Post, logo me veio à ideia o que muitos dos meus conterrâneos por aí espalhados, vão reflectir sobre ele, pois o que vêem e lêem lhes vai trazer à memória, momentos e vivencias de outros tempos e que na certa, vão esperar uma eternidade pelo próximo fim-de-semana para verem o próximo capítulo. Como eu!
De Luís da Granjinha a 10 de Novembro de 2007 às 22:26
Muito bem apresentado!

A nós, admiradores e respeitadores dos ancestrais usos, costumes e tradições, muito especialmente da Nossa Terra, comovem-nos e entusiasmam-nos as comemorações e os relatos das vivências de um Passado que nos trouxe até ao Presente.

Na nossa mente e no nosso coração também há espaço e energia para respeitar o Futuro.
Aplaudimos e celebramos a Inovação e a Criatividade.
O passo em frente dá-se com um pé atrás.

CASTELÕES deu um belo exemplo de respeito pela História, pela Cultura e Civilização.

Se mais não souberem da nossa Região da Alta - Tamegânia, a muitos dos visitantes deste Blogue e dos outros que falam ( e mostram) da nossa Região bastar-lhe-á exemplos das carinhosas lembranças e celebrações de cada torrãozinho nosso para compreenderem porque somos tão orgulhosos do lugar onde nascemos ou onde nos cresceram as raízes.

Ah! Agora compreendemos o significado das grinaldas no diadema de Trajano!
Elas simbolizavam as ALDEIAS FLAVIENSES!

E, Hoje, lá está com um brilhozinho especial a jóia de CASTELÕES!


Luís da Granjinha

Comentar Post

●Mais Sobre Mim

●Pesquisar Neste Blog

 

●Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

●Número de Visitas

free html visitor counters
hit counter

●O Tempo em Castelões

Weather Forecast | Weather Maps

●Contactos


bogas.raul@hotmail.com
marrocos.7@hotmail.com
afcunha55@hotmail.com
jmg70@cox.net

●Links Favoritos

●Castelões no Youtube

Viva Castelões
Marcha de Castelões
Aldeia de Castelões
Pão Comunitário
Chegada da Procissão 2008

●Fotos no Flickr

www.flickr.com

●Arquivos

RSS