Segunda-feira, 31 de Março de 2008

CARABELHO



Estou convicto que se perguntar pelas aldeias Transmontanas o que é um "Carabelho" a resposta seria sempre a mesma. Em Casteloes ainda nos dias de hoje esta "fechadura" é usada principalmente naquelas portas em que as pessoas tentam apenas fechar para que os animais não saiam à rua.


A palavra carabelho é uma expressão regionalista bem conhecida na aldeia e pela região e que traduzido nos dias de hoje significa: "ferrolho em madeira para fechar uma porta ou cancela". Como é sabido em tempos que já lá vão o dinheiro não era abundante e as fechaduras eram relativamente novas e caras. As portas de casa mantinham-se quase sempre abertas e só quando a família saia para os campos as fechavam somente com o carabelho.


Estes eram sempre feitos em madeira por artesãos da aldeia que escolhiam a madeira ideal e com as suas ferramentas da altura como eram o serrote o formão e a enchó laboravam estas fechaduras primitivas mas que serviam a sua função.



 

Um dia mais tarde e se tivermos a oportunidade iremos trazer aqui ao blogue algumas das ferramentas utilizadas no fabrico não só dos carabelhos como de outros utensílios ou pecas de mobília que eram fabricadas na aldeia como eram por exemplo o escano e a masseira.


No entanto e voltando ao tópico de hoje o carabelho tinha como função principal o fechar das portas ou cancelas principalmente para evitar que os animais como os recos e galinhas não saíssem das suas cortes e galinheiros. Vários são os seus feitios, dependendo essencialmente de quem os construía e qual a porta que iriam ser utilizados, já que aqueles que eram utilizados em portas principais eram mais elaborados e bonitos do que aqueles que eram simplesmente utilizados nas cortes ou galinheiros dos animais.


Nas fotos podemos observar isso mesmo, são dois carabelhos diferentes e que com o tempo foram substituídos pelas novas fechaduras que entretanto chegaram à aldeia para uma maior segurança. Mesmo assim o carabelho ainda é nos dias de hoje construído e bastante utilizado e não é preciso mesmo correr muito pela aldeia para se encontrarem vários exemplares. Fica assim hoje a dedicatória a todos os artesãos que fabricaram com as suas ferramentas uma peca que embora pequena foi e é de uma utilidade considerável.

Publicado Por Aldeia de Castelões às 01:03

Link Do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
1 comentário:
De afonso cunha a 2 de Abril de 2008 às 14:54
Neste Post , dedicado aos "Pormenores da nossa Aldeia" e neste particular extensivo a toda a região transmontana, podemos constatar que a franqueza das nossas gentes é sem dúvida de enaltecer.

Ver portas fechadas somente com o Caravelho " ou com a chave do lado de fora, demonstra um aspecto de vivência em comunidade dos mais puros que pode haver. Se por um lado, o dono da casa não tem qualquer problema em deixar a casa aberta, já o vizinho tem a porta aberta para se servir em qualquer necessidade ocasional e sempre em comum entendimento.

A este propósito, uma das características dos Transmontanos quando alguém bata à porta, é dizer; Entre e nunca perguntar; Quem é ?

Perece pouco mas a diferença é enorme.

Comentar Post

●Mais Sobre Mim

●Pesquisar Neste Blog

 

●Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

●Número de Visitas

free html visitor counters
hit counter

●O Tempo em Castelões

Weather Forecast | Weather Maps

●Contactos


bogas.raul@hotmail.com
marrocos.7@hotmail.com
afcunha55@hotmail.com
jmg70@cox.net

●Links Favoritos

●Castelões no Youtube

Viva Castelões
Marcha de Castelões
Aldeia de Castelões
Pão Comunitário
Chegada da Procissão 2008

●Fotos no Flickr

www.flickr.com

●Arquivos

RSS