Segunda-feira, 2 de Junho de 2008

CESTA CHEIA DE CEBOLO

 

Chegada que está a estação Primaveril, chegou também a hora de começar a "cavar" os eirados ou hortas para que a próxima colheita de legumes, hortaliças e demais culturas sejam plantadas. A tradição de ter um eirado recheado não é incomum a ninguém, não só em Castelões como em toda a região do Alto-Tâmega, já que todos gostam de comer uma bela salada vinda directamente da horta e não do supermercado.

 

Não à legumes a mais para as hortas desde os pimentos, malaguetas, pepinos, tomates, cherobias e cenouras as saladas, couves, feijões, alhos e as indispensáveis cebolas. À mesmo quem dedique alguma parte da horta para as sobremesas como são os melões, melancias e algumas uvas de mesa.

 

De tudo um pouco se cultiva para fazer frente à crise que afecta o País. Não fossem estas culturas de eirado e infelizmente as pessoas que vivem no interior Nordestino teriam uma vida ainda mais pobre e sem a necessária nutrição, já que os poucos fundos estatais de reforma mal cobrem as despesas. No fundo os eirados vêem colmatar um pouco a falta desse rendimento que pelos nossos lados não abunda.

 

Na foto temos uma bela cesta cheia de cebolo que esta prontinho e preparado para ser lançado à terra, para servir a casa num futuro próximo. A tradição de ter cebolas em casa remonta a tempos que já na lembram a ninguém e quando chega a hora da sua colheita as mesmas são preservadas nas adegas penduradas em grandes tranças de palha.

 

À em Portugal festas típicas de regiões dedicadas somente as cebolas como são a festa das cebolas patrocinada pela Câmara Municipal da Gaia e também a Feira das cebolas que se realiza em Coimbra. Estes são alguns dos locais que me vem agora à memoria mas sei que à muitos mais locais com estes costumes.

 

Em Castelões não à feira, nem festa mas à de certeza absoluta cebola nos eirados para servir nas saladas, sopas e os nossos belos pratos Transmontanos que tão bem confeccionados são.

Publicado Por Aldeia de Castelões às 21:29

Link Do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
1 comentário:
De Afonso Cunha a 3 de Junho de 2008 às 15:54
Neste post ,salta-me à memória os tempos em que eu passava na aldeia, todas as férias grandes da escola e acompanhava os meus primos na guarda das vacas, pelos mais variados lameiros da família.

Lembro-me então de um dia, um primo providenciar para nossa merenda, uma boa "carola" de pão e embrulhar num pequeno papel umas areias de sal.

Chegados ao lameiro do Pombal, entre umas brincadeiras e uns, "ei-cá-vaca", chagou a hora do estômago começar a rugir.

Abordamo-nos de um eirado, o meu primo, pelo tamanho da "porrêta", saca uma valente cebola, puxa da indispensável navalha, do sal e do pão e toca a merendar.

Não me recordo se tinha muita fome nessa hora, o que recordo ainda hoje, é o bem que aquela cebola me soube.

Comentar Post

●Mais Sobre Mim

●Pesquisar Neste Blog

 

●Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

●Número de Visitas

free html visitor counters
hit counter

●O Tempo em Castelões

Weather Forecast | Weather Maps

●Contactos


bogas.raul@hotmail.com
marrocos.7@hotmail.com
afcunha55@hotmail.com
jmg70@cox.net

●Links Favoritos

●Castelões no Youtube

Viva Castelões
Marcha de Castelões
Aldeia de Castelões
Pão Comunitário
Chegada da Procissão 2008

●Fotos no Flickr

www.flickr.com

●Arquivos

RSS