Quinta-feira, 16 de Outubro de 2008

CRUZEIRO NO SANTUÁRIO

 

Voltamos assim ao Santuário da Senhora das Necessidades com mais uma pequena mas importante pérola meia escondida por entre as arvores. Já há largas décadas para não dizer um largo século que este pequeno cruzeiro faz parte do complexo arquitectónico do Santuário.

 

Edificado por baixo do que era na altura um coreto para as filarmónicas exibirem o seus tons e sons musicais o cruzeiro foi entretanto resistindo as várias transformações que o recinto foi sofrendo com o passar do tempo.

 

 

Edificado quase na sua totalidade em granito, exceptuando uma argola em cobre na sua parte inferior, o cruzeiro exibe-se com a sua beleza própria e muito simples que no entanto da à referida área um certo ar de monumento.

 

O mesmo apresenta-se bem preservado, embora se tenha a lamentar o facto de estar praticamente desacompanhado e um pouco fora de contexto com o resto do Santuário. Talvez um pequeno jardim edificado a sua volta traria a toda a área assim como ao monumento mais vida e porque não mais mediatismo que o próprio merece.

 

 

No topo podemos observar a bonita e elaborada base na qual assenta uma pequena Cruz que da mostras do tempo não se apresentando totalmente na vertical e com vários líquenes que a idade não perdoa.

 

Diremos que o monumento poderá medir entre 4 a 5 metros de altura enquanto o diâmetro da sua coluna principal não chega ao metro.

 

 

Lamentamos mais uma vez não poder informar a sua idade e mais uma vez pedimos aos conterrâneos que possivelmente tenham informações sobre o mesmo para o fazerem na área de comentários já que nos teremos o maior prazer em divulgar.

 

Se por ventura alguém tiver ideias em como melhorar o espaço a volta do mesmo também o poderá fazer e nos vamo-nos encarregar de que a comissão que gere o Santuário receberá as ideias. Espero que tenham gostado de presenciar mais uma pérola que Castelões oferece e da próxima vez que passarem pelo Santuário dêem um saltinho ao cruzeiro já que vale a pena ver obras de arte deste calibre.

Publicado Por Aldeia de Castelões às 02:31

Link Do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
4 comentários:
De J. Pereira a 16 de Outubro de 2008 às 21:17
Lindo cruzeiro este, tipicamente galego. Não o tratem mal e não lhe chamem o que não é.
O concelho de Chaves está cheio de lindo cruzeiros que considero, a maior parte deles, de traça tipicamente galega, mas pelourinhos, que eu saiba só existe um e que é na sede de concelho. Muito lindo, por sinal.
De Aldeia de Castelões a 17 de Outubro de 2008 às 13:41
Fica o reparo e um agradecimento especial pela dica de quem gosta e sabe mais de cruzeiros e pelourinhos.

Espero poder continuar gostar de nos visitar tal como nos o fazemos em relação ao blogue de Valdanta.

Cumprimentos e obrigado
De J. Pereira a 18 de Outubro de 2008 às 20:25
Espero que não leve a mal a minha interferência, mas o tema sobre cruzeiros e pelourinhos apaixona-me. A propósito dos Pelourinhos de Portugal sei que na região de Tás-os-Montes e Alto Douro, os concelhos com maior número de pelourinhos são Bragança e Vila Nova de Foz Côa, 13 cada um.
De Jose Goncalves a 20 de Outubro de 2008 às 13:51
Pelo amor de Deus, nem pense nisso. Eu adoro quando alguém vem a este espaço dar a sua opinião construtiva.

Cumprimentos

Comentar Post

●Mais Sobre Mim

●Pesquisar Neste Blog

 

●Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

●Número de Visitas

free html visitor counters
hit counter

●O Tempo em Castelões

Weather Forecast | Weather Maps

●Contactos


bogas.raul@hotmail.com
marrocos.7@hotmail.com
afcunha55@hotmail.com
jmg70@cox.net

●Links Favoritos

●Castelões no Youtube

Viva Castelões
Marcha de Castelões
Aldeia de Castelões
Pão Comunitário
Chegada da Procissão 2008

●Fotos no Flickr

www.flickr.com

●Arquivos

RSS