Quinta-feira, 29 de Janeiro de 2009

DE VOLTA ÀS FRAGAS

 

Estamos de volta às fragas e porque não aos "penedos" que o Afonso nos enviou desde a área das lamarelhas. Nesta foto podemos apreciar a vasta serrania com os vários "estradões" que vão cortando pelas montanhas. Lá bem ao fundo pode-se ainda apreciar a área do santuário da senhora da Aparecida por entre o arvoredo.

 

Também de notar a falta da arvore de excelência da nossa região como o é o pinheiro bravo e que abundava por toda esta área, mas que devido ao flagelo dos incêndios florestais foi desaparecendo sendo ainda possível apreciar aqui e ali alguns focos destas arvores que dão um cheirinho a Trás-os-Montes.

 

 

Para quem conduz pelo país fora sabe que chegou a casa quando deixou de cheirar o Eucalipto e começou a cheirar o nosso pinheiro que infelizmente vão sucumbindo aos poucos, não por doença, mas sim por obra da arte humana.

 

Na foto tirada do mesmo local sem o "zoom" podemos ver de perto as fragas e penedos que vão fazendo companhia ao solitário estradão Mais um belo exemplar das vistas que abundam pela aldeia. 

 

 

 

Mais a Poente pala além da serra do Leiranco podemos ver o mítico "Fragão" e o resto dos outeiros que o acompanham. De notar também os vários socalcos possíveis de ver ao fundo que foi nada mais nada menos que uma tentativa de restabelecer a área com o belo pinheiro bravo.

 

Pelos meados dos anos 80 uma vaga de plantação de árvores teve o seu epicentro na região de Castelões Varias foram os outeiros e serras que foram talhadas para relançar novamente o pinheiro assim como outras arvores que são nativas à região como o castanheiro e a nogueira.

 

 

Porem a todo este esforço do governo em devolver o esplendor das árvores às montanhas caiu em "saco roto". A planificação ficou a meio caminho e o projecto praticamente morreu solteiro ao não se promover um projecto ou sistema que pudesse auxiliar as aldeias no combate aos incêndios florestais.

 

Assim sendo e tendo em vista que leva pelo menos uma hora para os bombeiros acederem a esta área remota podemos deduzir que se gastou muito dinheiro mas não se soube planificar para ter o seu retorno. Bastaram uns Verões quentes e "pimba" tudo o vento se levou.

 

 

Mesmo assim vale a pena ir ao encontro da Serra e olhar à sua volta enchendo o pulmão de oxigénio que ainda não esta poluído e gozando desta paisagem que para nós é sublime e única.

 

Pena mesmo que outras pessoas (que não de Castelões) não tenham a oportunidade ou vontade de vir apreciar a mesma. Área de pique Nick com todas as exigências existe bem perto deste local, como é o Santuário da Senhora das Necessidades. Basta ter um pouco dessa vontade e vir a Castelões com a família, gozar o fim-de-semana e apreciar o que a natureza ainda nos oferece. 

 

E de uma coisa podem ter a certeza, a natureza ainda tem muito para nos oferecer basta vir e apreciar a mesma. 

Publicado Por Aldeia de Castelões às 02:33

Link Do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos

●Mais Sobre Mim

●Pesquisar Neste Blog

 

●Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

●Número de Visitas

free html visitor counters
hit counter

●O Tempo em Castelões

Weather Forecast | Weather Maps

●Contactos


bogas.raul@hotmail.com
marrocos.7@hotmail.com
afcunha55@hotmail.com
jmg70@cox.net

●Links Favoritos

●Castelões no Youtube

Viva Castelões
Marcha de Castelões
Aldeia de Castelões
Pão Comunitário
Chegada da Procissão 2008

●Fotos no Flickr

www.flickr.com

●Arquivos

RSS