Sexta-feira, 11 de Dezembro de 2009

AS TERRAS DO RIO

 

Ora bem hoje vamos provavelmente passar pelos campos mais distantes que a aldeia de Castelões possui. Falamos da área do "Rio". Por entre estas ermidas muito distantes do centro da aldeia à ainda quem se dedique ao cultivo da batata.

 

Outrora uma área muito concorrida em termos laborais, por entre os outeiros era visível ver um numero elevado de pessoas a trabalhar ora a sachar as batatas ora a cortar "mato" ou ainda os muitos rebanhos que proliferavam pela aldeia.

 

 

Hoje em dia estes campos que não distam muito da fronteira com o conselho de Boticas servem não só para o cultivo da batata e centeio, mas também para a nova onda de cultura.

 

Estamos a falar da castanha. Muitos tem sido os soutos que se estabeleceram na área e outras áreas adjacentes à aldeia do qual o agricultor agora vê com bons olhos a implantação e restabelecimento desta cultura que tem mais e mais consumidores, principalmente pela época do São Martinho.

 

 

Com a ajuda das "modernices" a água que antigamente era utilizada das "minas" e que a muito custo era contida em poços abertos, pode ser agora armazenada nos novos poços de betão armado e com a ajuda de um motor de rega pode-se facilmente irrigar os campos para que no final a produção seja mais satisfatória.

 

 

Eis mais um belo exemplar de um castanheiro que futuramente nos poderá bafejar com esse fruto delicioso que é a castanha. Mais uma bela foto oferecida pela Sandra num momento de inspiração único.

 

 

Ali bem pertinho dos campos do Rio, situa-se a pedreira da Lousada que também já teve honras de capa de blogue. Por entre estes outeiros os filões de granito encontram-se facilmente e de forma abundante.

 

 

Olhando mais a norte podemos observar bem lá no alto uma queimada. infelizmente os fogos florestais são uma epidemia nos meses quentes em especial de Verão e Castelões infelizmente também não escapa a este flagelo.

 

As lindas cores de verde dão assim lugar a um castanho/preto torrado que em nada dignificam a paisagem. Para além disso o tempo que leva a natureza a recuperar estas clareiras de vegetação é também ele algo demorado.

 

 

Despedimo-nos hoje com mais esta bela imagem do por do sol sobre a pedreira agradecendo mais uma vez à Sandra por se ter deslocado tão longe da aldeia para nos bafejar com estas lindas fotos.

 

Muito mais haveria para dizer à cerca da área do Rio e concerteza, mais tarde o faremos em outro post, já que é nesta área que se situa também a famosa "ola do Rio" e que um dia terá também ela honras de capa de blogue.

 

Desejos de um bom fim de semana para todos.

 

Publicado Por Aldeia de Castelões às 01:00

Link Do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos

●Mais Sobre Mim

●Pesquisar Neste Blog

 

●Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

●Número de Visitas

free html visitor counters
hit counter

●O Tempo em Castelões

Weather Forecast | Weather Maps

●Contactos


bogas.raul@hotmail.com
marrocos.7@hotmail.com
afcunha55@hotmail.com
jmg70@cox.net

●Links Favoritos

●Castelões no Youtube

Viva Castelões
Marcha de Castelões
Aldeia de Castelões
Pão Comunitário
Chegada da Procissão 2008

●Fotos no Flickr

www.flickr.com

●Arquivos

RSS